Aprender

Velocidade de Carregamento e a Experiência de Compras Online

Enquanto sociedade, somos impacientes e raramente isto se torna mais aparente do que quando somos confrontados com páginas que demoram a carregar. Para todos nós, uma página na internet demora entre 3-15 segundos a carregar. Mas, infelizmente para os comerciantes, mais de metade de todos os utilizadores de internet cansam-se de esperar e vão a outro local para gastar o seu dinheiro depois de apenas 3 segundos.

angry


Será tudo uma questão de psicologia?

Já todos perdemos a paciência enquanto esperávamos numa fila aparentemente interminável, ou presos no trânsito. Online ou offline, detestamos esperar. De acordo com Richard Larson, um investigador que passa imenso tempo a pensar em filas, "a psicologia das filas de espera é mais importante do que a estatística da espera em si”.

Por outras palavras, não é a quantidade de tempo que importa, mas o tipo de espera que temos de suportar. Ficamos frustrados quando tempos de aguentar tempo por ocupar (em que não temos nada para fazer a não ser esperar) e não sabemos quando terminará. A situação tem ainda mais impacto se o atraso interromper objetivos previamente bem-definidos, por exemplo, quando nos deslocamos para algum local ou quando tentamos atingir algo.

Estas dinâmicas offline são iguais às que nos causam tanto stress ao esperar por páginas lentas a carregar.


Isso é mesmo um problema assim tão grande?

De acordo com o estudo de Akamai de mais de 10 mil milhões de visitas de utilizadores nas principais plataformas de venda online, mais de metade de todos os utilizadores de telemóvel e um quarto de utilizadores de computadores portáteis ou de secretária abandonaram um site que demorou mais de três segundos a carregar.

O problema é que a velocidade de carregamento de uma página depende, em grande parte, dos dados que contém. Problematicamente, os sites de hoje em dia contêm mais do dobro dos dados que continham há três anos atrás e, para os vendedores online, esta questão é particularmente proeminente, pois as lojas online necessitam normalmente de imagens que gastam muitos dados. Uma pesquisa da machmetrics.com sugere que os sites da indústria de venda a retalho estão entre os mais pesados em termos de dados em todo o mundo.

metrics

Megabytes por página para diferentes setores em quatro países.

Fonte da imagem: machmetrics

É estranho, mas a tecnologia necessária para manter os sites rápidos não se manteve a par com o aumento dos requisitos de dados. O resultado? Muitas páginas desesperadamente lentas.

Por todo o mundo, um site em média demora 12 segundos a carregar e, de acordo com o Bing, mesmo um atraso de dois segundos no carregamento de uma página é suficiente para causar uma quebra de 4,3% em receita por visitante, reduzir os cliques em 3,75% e causar uma redução de 1,8% no número de consultas.


Qual é o impacto?

Para os vendedores online, os requisitos de dados elevados das lojas online, combinados com a falta de melhoramentos tecnológicos e as nossas tendências psicológicas impacientes são uma receita para o desastre, o que causa impacto nas primeiras impressões dos clientes, na sua probabilidade de conversão e na vontade de realizarem compras repetidas.

Primeiras impressões

De acordo com Akamai, um atraso de dois segundos no tempo de carregamento resulta num aumento de 103% da taxa de rejeição. Por outras palavras, mesmo um ligeiro atraso de carregamento duplica o número de pessoas que deixam um site antes de interagirem com ele. Será que as primeiras impressões poderiam ser muito piores?

Mesmo os que continuam não serão muito mais clementes. Os potenciais clientes interpretam a velocidade de carregamento como um indicador de profissionalismo. Nos seus olhos, as páginas com velocidades de carregamento mais lentas representam empresas menos profissionais.

Um inquérito da Unbounce descobriu que 70% dos utilizadores admitem que a velocidade de uma página afeta se estão dispostos a comprar de uma loja online ou não. E 85% disseram que estariam dispostos a abdicar de animações, vídeos ou fotos, se isso representar uma velocidade de carregamento mais rápida. Portanto, todas estas características dispendiosas podem não valer a os tempos de carregamentos mais lentos.

Conversões

Vários relatórios demonstram que até mesmo um atraso mínimo no carregamento da página pode ter um efeito dramático nas conversões.

O relatório Akamai indica que um atraso de 100-milissegundos (sim, milissegundos) no tempo de carregamento leva para uma queda média de 7% em conversões, e esta tendência é suportada por outras fontes. De acordo com a Shopzilla, as suas páginas mais rápidas proporcionam ente 7-12% mais conversões do que as suas mais lentas.

delay

Fonte da imagem Por que o desempenho da Web é importante?

Uma pesquisa da conversionconference.com sugere que a etapa de checkout é especialmente vulnerável a repercussões causadas por velocidades lentas de internet. No seu teste A/B, uma queda de velocidade de carregamento de dois segundos reduziu as proporções de conversão de 1 em 3 clientes para 2 em 15. E introduzir um atraso de dois segundos na página durante a etapa de finalização da transação fez com que apenas 3 dos 15 utilizadores terminassem o processo.

Esta pesquisa sugere que até 18% dos utilizadores que estavam prontos a comprar abandonam os carrinhos devido a uma página lenta a carregar.

conversion

Fonte da imagem: conversion conference

Cliente habitual

Considerando o impacto negativo que as páginas lentas têm tanto na perceção do cliente em relação a um negócio como na sua vontade de comprar, talvez não seja surpreendente que uma má experiência seja motivo para evitar voltar.

Na verdade, 79% dos clientes que experienciaram más velocidades de carregamento de página dizem que têm menos probabilidade de comprar no mesmo site novamente. E como 44% contam aos amigos e familiares as más experiências com lojas online, a sua tendência para não voltar rapidamente se espalhará à sua rede, o que impedirá que outros interajam com o mesmo negócio de todo.


A reter...

Com tudo o resto que tem de considerar para gerir uma loja online, não é surpreendente que a velocidade de carregamento da página não seja uma das principais preocupações. Mas páginas mais rápidas causam clientes mais felizes, conversões mais altas e negócios geralmente melhores e mais lucrativos. Para encorajar primeiras impressões positivas, aumentar conversões e gerar clientes leais e habituais, os gestores das lojas online terão de subir a velocidade de carregamento da página na sua lista de prioridades.