Uma vez que você tem um negócio on-line, o que determina em grande parte o seu sucesso ou fracasso é o número de visitas ao seu site. Os métodos de pagamento estão lá, a logística foi organizada, o design do site é fantástico e todas as questões no back-end estão ajeitadas, mas você ainda precisa que as pessoas certas (público-alvo) descubram que você existe, a fim de satisfazer suas necessidades. É aí que entra o Inbound Marketing.


inbound marketing


O que é Inbound Marketing?

Em termos simples, o Inbound marketing é "Ser descoberto". Esta estratégia é projetada para atrair pessoas que se enquadram no grupo de seu público-alvo e estão dispostas a comprar. Muitas vezes, o Inbound marketing é o meio de publicidade mais barato; o ROI é ótimo, pois você recebe mais frequentemente visitantes “prontos para comprar” e é uma forma orgânica de crescimento que o ajuda a longo prazo. No e-commerce, existem muitos métodos que podem ser usados para o Inbound marketing, aqui está uma lista de alguns populares:

  • Blogs e artigos

  • SEO

  • Webinars

  • Marketing por e-mail

  • Redes sociais

Inbound marketing NÃO é Marketing de interrupção!

Nunca confunda Inbound Marketing com Marketing de interrupção, o segundo é uma forma mais agressiva de marketing e pode ser uma opção mais arriscada. O Inbound marketing é o oposto do marketing de interrupção. Isso é deixado claro com alguns exemplos:

  • E-mails de spam

  • Chamadas de vendas

  • Outdoors / Anúncios ao Ar Livre

  • Anúncios pagos não segmentados on-line

  • Anúncios impressos

  • Anúncios de TV e rádio


Implementando Inbound Marketing

O Inbound Marketing consiste em quatro metas e, por meio dessas metas, você pode definir os estágios do processo de compra do cliente. Essas metas são:

  1. Atrair

    Obtendo a atenção do seu público-alvo! Para ser bem sucedido nisso, você deve entender seu cliente. Você precisa conhecer como é o seu cliente médio, quais são suas necessidades, onde eles vão para atendê-las e como você pode atraí-los. Recomenda-se criar uma Buyer Persona para saber mais sobre para quem você está vendendo. Depois de descobrir isso, você pode começar criando uma estratégia para atraí-los, criando ou modificando seu conteúdo e segmentando canais relevantes. Ferramentas populares para atrair prospectos incluem blogs, mídias sociais e marketing de conteúdo.

  2. Converter

    Agora que você tem visitantes frequentes em seu website e o tráfego está aumentando, é hora de começar as conversões. Há várias maneiras de fazer isso, fazendo com que elas se inscrevam em seus boletins informativos, fazer reuniões ou apresentações, etc. O importante é fazer os visitantes participar.

  3. Fechar

    É aqui que você ganha seu dinheiro! Depois de gerar leads, é hora de convertê-los em vendas. Se você tiver feito as etapas anteriores corretamente, isso deve ser muito mais fácil. A melhor maneira de fechar negócios é dar atenção pessoal aos clientes ou, pelo menos, dar-lhes a impressão de ser pessoal! Você pode usar e-mails personalizados, verificar com sua equipe de vendas se o processo é eficiente ou se há bloqueios e direcionar os leads a cada etapa do caminho.

  4. Encantar

    Em grande medida, a lealdade depende da experiência completa do cliente, se a experiência do cliente foi boa, é mais do que provável que eles sejam leais à sua marca. Depois de ter concluído a venda, em seguida, você tem que encantar o cliente pelo seu serviço pós-venda. Peça feedback, ofereça descontos de fidelidade, envie-lhes conteúdo informativo e mantenha-os atualizados.


Conclusão

Para ter sucesso no comércio eletrônico, agora é essencial que o Inbound marketing seja incorporado à sua estratégia de marketing. O tamanho do negócio não importa, se você conhece bem o seu público-alvo, Inbound Marketing pode ser o hack de crescimento que impulsiona o seu negócio para o próximo nível.

Veja exemplos de boas campanhas de marketing de entrada: http://www.getspokal.com/8-extroardinary-examples-of-businesses-that-were-saved-by-inbound-marketing/