Aprender

E-commerce & COVID-19: 7 Promoções Especiais Para Ajudar Pequenas Empresas a Sobreviver

Como se combater o coronavírus não fosse suficiente, ainda existe muita incerteza em relação ao futuro dos mercados durante esta pandemia. No entanto, muitas empresas perceberam isto e estão disponíveis para oferecerem descontos, alívio e assistência a empresas e indivíduos que se candidatem. Se foi afetado pela pandemia do Coronavírus, pode ver aqui se está qualificado a receber de alguma forma, uma ajuda relacionada com negócios destes principais participantes da tecnologia. Como exemplo, reunimos uma lista das 7 melhores promoções que pequenas empresas podem usar!

1. Google

O Google recentemente anunciou que algumas listas Americanas do Google Shopping estão elegíveis para exibição nos resultados de pesquisa sem custo. Se já tem configurado anúncios do Merchant Center e do Shopping, provavelmente já está qualificado para exibir os produtos nesses resultados não pagos, e nenhuma ação adicional será necessária.

Para ver se está qualificado para estas listagens, vá até o painel do Google Shopping, selecione "Crescimento" e, em seguida, "Gerir programas". Uma vez lá, encontre o cartão do programa “Configurar plataformas Google”. A ativação disso vai permitir que adicione produtos ao seu feed de produtos, permitindo assim, exibir ainda mais produtos nessas disposições gratuitas.

Além dessas listagens gratuitas, o Google está a oferecer treino em aptidões digitais e a extensão dos períodos de teste de serviços como o Hootsuite, HubSpot e Square.

2. Facebook

Além do Google, também o Facebook mudou algumas das suas políticas, muitas envolvendo empréstimos a pequenas empresas e a assistência a restaurantes/serviços de alimentação. Se for capaz de obter fundos do Programa De Subsídios Do Facebook a Pequenas Empresas, estes podem ajudá-lo a manter a sua mão de obra paga, ajudá-lo com a renda e com os custos operacionais, conectar com os clientes, e apoiar a comunidade. De forma a que se possa candidatar ao subsidio, a sua empresa deve ter: 2 - 50 empregados, 1 ano de operação, ter passado por problemas devido ao COVID, e localização perto da Sede do Facebook.

Para descobrir se a sua empresa está elegível, visite este link e navegue até à secção "Como me inscrevo?". Vai ser encaminhado até uma lista vertical de países, onde vai poder ver se está qualificado.

Adicionalmente, o Facebook está a introduzir um cartão-presente digital de experiencia para os restaurantes e empresas locais favoritas dos utilizadores. Já operando nos EUA (com planos de expansão), as empresas poderão promover os seus cartões-presente no Facebook, inscrevendo-se em um dos principais parceiros do Facebook. Pare ver se o seu país pode candidatar-se, comece hoje.

As empresas também podem criar angariadores de fundos oficiais para ajudar a mitigar o impacto que o coronavírus teve nos seus negócios, nativamente na plataforma aqui.

3. Instagram

Parecido com o Facebook, o Instagram está a oferecer cartões-presente para facilitar ainda mais o suporte a pequenas empresas enquanto a pandemia de coronavírus está em andamento. Esses cartões-presente irão permitir que as pessoas solicitem comida com adesivos que os levarão aos sites dos seus parceiros.

Navegue na promoção e veja os parceiros em destaque no seu país aqui. Para realmente beneficiar desta promoção, adicione o botão "Cartões Presentes" ao seu perfil do Instagram e crie um conteúdo interessante para atrair o seu público a comprar os seus produtos.

4. Amazon

Nos dias de hoje, mais da metade de tudo do que é vendido nas lojas da Amazon vêm de pequenas e médias empresas. De forma a ajudar as pequenas empresas, a Amazon compilou muitos recursos e libertou para as pequenas empresas recursos anteriormente indisponíveis.

Por exemplo: A Amazon tornou as suas contas Amazon Business grátis, e tornou o Business Prime grátis por 30 dias. Além disso, a Amazon está abrindo o Chime, o seu software de reunião e videoconferência; WorkDocs, a sua plataforma segura de partilha/colaboração de documentos; e o WorkSpaces, o seu software de máquina virtual, ao público gratuitamente até 30 de junho de 2020.

Adicionalmente, a Amazon tornou acessível ao publico muitos dos seus tutoriais de venda e documentação de assistência online. Desde da construção da infraestrutura na nuvem até à transmissão ao vivo, existe uma solução para todas as pequenas empresas durante esta pandemia.

A Amazon está sempre a mudar e a reagir à crise atual, para se manter atualizado siga o blog de recursos to stay updated.

5. MailChimp

Está sempre em contato com os seus clientes? Até 30 de Junho, 2020, o MailChimp está a oferecer contas Padrão gratuitas a grupos elegíveis, enviando informações críticas de saúde pública sobre o COVID 19.

Se acha que a sua organização é elegível para uma conta Padrão gratuita do Mailchimp, entre em contato com o suporte do MailChimp em covidassistance@mailchimp.com para começar.

6. PayPal

Se costuma fazer transações online, é provável que tenha usado o PayPal. Se está à procura de uma alternativa ao PayPal, é melhor esperar mais um mês.

O PayPal está a isentar as taxas de levantamentos instantâneos de dinheiro de uma conta PayPal business para uma conta bancária de Cartão Débito Mastercard® ou Visa® até 31 de Maio, 2020.

Além disso, o PayPal estendeu a janela de disputa dos clientes de 10 para 20 dias, até 31 de Maio, 2020, oferecendo assim mais tempo para lidar com comunicações delicadas com o cliente.

7. Zoho

A Zoho, provedora de aplicativos de serviços ao cliente relacionada com negócios, está a permitir que as empresas usem os seus produtos gratuitamente durante a pandemia de coronavírus.

O recém-lançado Programa de Assistência de Emergências Para Pequenas Empresas ajudará 20.000 clientes Zoho, permitindo o acesso gratuito aos aplicativos de atendimento ao cliente, marketing e produtividade da Zoho pelos próximos três meses.

Para ajudar pequenos negócios, o Zoho está também a lançar o seu software remotamente, para auxiliar na transição das pessoas a trabalhar em casa. Desde o lançamento do programa, o Zoho viu mais de 5.000 novos clientes candidatarem se ao pacote de software.

A nossa realidade atual, como a conhecemos, pode ser invertida, mas existem mais de 40 empresas de tecnologia prontas e dispostas a intervir e ajudar as pequenas empresas com tudo o que possam precisar. Desde empréstimos e subsídios até anúncios gratuitos, não há forma como dizer ao qual se pode candidatar. Se tomou a iniciativa de começar a vender online: parabéns!

Agora, vá lá, e veja qual é a assistência pode obter para manter os seus negócios em crescimento.